domingo, 30 de novembro de 2008

PREFEITURA DE PARAUAPEBAS DOA TERRENOS

A doação de terrenos feita pelo prefeito Darci e ratificada pela Câmara de Vereadores de Parauapebas na última sessão (28), tem dado o que falar.

Segundo alguns e-mails recebidos por este blogger, a doação do terreno à OAB-Parauapebas é ilegal em virtude da mesma já haver recebido um terreno da Prefeitura na gestão Bel Mesquita.
A cobrança também é muito grande em cima da doação do terreno para a construção ao Fórum Trabalhista de Parauapebas, segundo alguns leitores, o valor da área doada pelo município, deve estar em torno de R$4.000.000,00 (quatro milhões de reais) e alguns acham que com esse valor poderia ser construído o prédio não do Fórum trabalhista, mas, todo o Complexo Judiciário.

Com o valor do terreno, daria pra se levantar um prédio muito bonito e lá instalar o Fórum Trabalhista, o Fórum Judicial com as três Varas hoje existentes, o espaço para o Ministério Público e ainda para a OAB. Além das futuras Varas a serem criadas.

É a opinião de alguns leitores que passo para os leitores do blog comentarem e até quem sabe para que a PMP nos forneça mais dados que motivaram a doação. Só para saber, o terreno doado mencionado é aquele aonde se localizava a antiga prefeitura.

10 comentários:

Janaína Silva disse...

Não sei se a prefeitura pode vender terrenos de sua propriedade para com a receita desse construir algo.

Zé Dudu disse...

anaína, obrigado pela visita. Creio que pode sim. Desde que aberta uma licitação para a venda. Essa licitação poderia ter sido feita. Inúmeras grandes construtoras no país fariam a proposta de construção de um "Palácio da Justiça", local onde todas as repartições do poder judiciário estariam juntas em um prédio. Isso deveria ter sido sugerido por algum vereador e não foi. Se o Projeto de Lei do prefeito, em suas justificativas, solicitasse a venda do terreno e vinculasse a receita obtida à construção desse prédio, estaria gerando mais empregos na construção civil e a obra seria erguida mais rapidamente. Poderia haver um convênio com os interessados ( TJ, TRT, OAB e MP) que entrariam inclusive com uma contrapartida financeira para a realização da obra.
Realmente trata-se de um caso complexo. Nada de mais a prefeitura doar terrenos. Penso apenas que terrenos com a valorização como essa área poderiam ser destinados a outros fins.

Luiz Carlos Petri disse...

O atual predio do TRT é próprio? Ele vale uma boa grana também.

Zé Dudu disse...

É sim, foi comprado e reformado pelo TRT.

Silvia disse...

Transparência no modus operante de administrar, coisa que o PT não tem.

Anônimo disse...

quando um cidadão de bem questiona este jeito tudo pode dos governos do p t a resposta vem na ponta da língua,[NÃO ISTO E SÓ UMA OPERAÇÃO]simples o modo dele de responder, mas isto é roubo mesmo.
ÍSTO AI PÓÓÓÓDE

Anônimo disse...

Ze, quem é o dono dessa área? É O Alceu?

Xangai disse...

Não.A área pertence ao município.

Anônimo disse...

Deixa o Homem trabalhar!!!!

Anônimo disse...

[tadinho da o a b lá só tem advogados pobrezinho].O município tem que se preocupar e com os pais e mães de família que não tem onde morar,não e doar terrêno para asossiação de advogados não,tem que cuidar e de quem realmente precisa,a O A B pode perfeitamente adquirir um terreno para construír prédio para seus filiados.
Eles já tem um terrêno doado pelo podêr municípal,parêm de brincar com a coisa pública..