sábado, 6 de dezembro de 2008

CONVENÇÃO DO PMDB

 

Sobre a especulação da eleição do Diretório do PMDB em Parauapebas, recebemos o ofício abaixo, que finaliza as especulações e joga um balde d'água nas pretenções de Odilon Sanção de assumir, via democracia, à presidência do PMDB local.

convenção pmdb

Com essa decisão Edneis Barbosa continua na presidência por mais um ano. Clique na imagem para melhor visualização.

12 comentários:

Ribamar disse...

Isso acalma de vez o Odilon e inclusive a Bel. Intervenção não é caracteristico do PMDB. Jader nao aceitaria isso pois não houve motivo para afastar o atual presidente, seria apenas para satisfazer o ego dos pretensos candidatos. Não há cabimento disso acontecer.

Anônimo disse...

Por falar em afastado, o MILTON "mete a mão" SCHNEIDER, não é queria retornar a presidência do PT. Pois é, recebeu na cara um sonoro NÃO e mais alguns conselhos!

Sabe Zé Dudu, muitos petistas, entre eles DARCI, levaram a sério a denúncia do mensalão e estão acreditando que o PT é uma quadrilha, só pode, não é que o prefeito queria filiar o João Fontana de novo no PT, o alcaide-banana, recebeu, só pra variar um sonoro NÃO e mais alguns conselho!

O prefeito pensa que o PT é o DeSgoverno municipal.

Zé Dudu, o "bixo vai pegar" mano, será pedida a expulsão de HERNANDES MARGALHO, quem defender o procurador de terreno dos outros, terá o mesmo fim, será expulso, seja quem for.

Anônimo disse...

Qual seria o melhor nome hoje para o PMDB? Se Bel ou Odilon assumirem o partido, Avila estará fora e com ele uma boa parte do Partido. É preciso que a direção do partido se reuna e trace o mais rapido possivel uma meta para os proximos anos, senão . . .

F disse...

Deixar um incompetente e inconsequente como o Ednies à frente do PMDB por mais um ano, enterra de vez qualquer pretensão do partido de ganhar uma eleição. O PMDB de Parauapebas está desaparecendo.

Walter disse...

Colocar quem? Se a deputada que é a líder natural do Partido sumiu, desapareceu, escadefedeu-se?

Anônimo disse...

Bel esteve em Parauapebas por 5 vezes depois das eleições. Na última semana ficou 7 dias no município onde conversou com correlegionários, traçou metas para o Partido e buscou com alguns, a melhor maneira de conduzir o rumo do PMDB. As acusações de ausência da deputada são erradas e difamatórias, feitas por quem não tem conhecimento de causa.
O Partido é grande, está hoje mal conduzido e administrado. Sem querer achar o culpado, penso ser do interesse de todos uma mudança. Força para isso Bel tem, basta querer.

Francisco de Assis

Anônimo disse...

Realmente a Bel tem estado em Parauapebas mais ela se junta com seus apninguado que so sabem abanar o rabo quando ela fala e não passa de meia duzia. toma um cafezinho fala das deliacias de brasilia do novo corte de cabelo da cor dos olhos do novo astro da tv e vaza é assim zé que a dona bel tem feito politica nos ultimos tempos e resultado você conhece.
(Um ex-apaniguado que falou a verdade e foi excluido)

Outro que foi excluído disse...

O PMDB de Parauapebas está se acabando isso é verdade, a exemplo do que aconteceu com om PTB e o PSDB quanto teve os Salmens à frente. A forma de fazer política de Bel cada dia se parece mais com a de Faisal, o resultado disso todo mundo já viu. Quem não viu verá.

peemedebista das antigas disse...

Para aqueles que gostam de partido que tem dono (cacique), podem entregar para o Odilon ou passar de vez para Bel Mesquita, já que ela assumiu de fato a liderança do partido. Para quem ainda mantém uma vocação democrática é só dá uma olhadinha no resto do partido e encontrará várias lideranças prontas pra dá continuidade ao trabalho do Edineis. Ou acatá a decisão do Jáder.

Edneis disse...

Dizem que quem não tem passado não pode ter futuro; se os analistas de plantão fizerem um exercício de memória, voltando cinco ou seis anos, verão um PMDB extremamente fragilizado à sombra de PTB, PSDB,PFL e PP, com um verador na Câmara que tinha que "arrepiar" pra se fazer ouvir, e todos os filiados às margens da administração, da qual, aliás, o PMDB era parceiro.
Graças a um trabalho de base que agregou várias lideranças de vários setores de nossa sociedade, tornando o partido atraente para implantação de qualquer projeto político pessoal, o PMDB é hoje um grande partido.
Não é inteligente ingnorar a história de Bel Mesquita, de Odilon Rocha, Agnaldo Avila, Francis, Creusa, Caiado, William, Dr. Francisco, e tantos outros como Valdir Flauzino, Judson, Dutra, Marquinhos, e mais de mil outros filiados que juntos estão construindo uma nova história política para Parauapebas.
O PMDB hoje, ao contrário do que muitos acham, não é o partido do Edneis, de Bel, Odilon ou Ávila. Está construído em base sólida, constituída por pessoas de vários segmentos da sociedade, pessoas que inspiram e demonstram respeito pelas atitudes e decisões tomadas por sua diretoria, pois sabem que tal diretoria é composta de pessoas formadoras de opinião que procuram da melhor forma representar o pensamento coletivo de seus filiados. Sem perder os princípios básicos de defender a justiça, a igualdade e o desenvolvimento social e cultural de nosso povo.
Pessoalmente, sempre me coloquei como soldado do partido, aceitei esse cargo por duas vezes e acato essa prorrogação por mais um ano, com a mesma responsabilidade que acredito ter cada membro filiado do partido, estarei a disposição do PMDB enquanto for filiado ao partido, independente da função ou cargo que me for confiado.
Continuarei defendendo e dirigindo os rumos do PMDB de acordo com cada decisão dessa diretoria.

Edneis Barbosa Lima
Pres. Dir. PMDB/Parauapebas

Anônimo disse...

O PMDB depois do episódio das eleições de 2004, esperando por uma candidatura virtual do Dr Welner caiu em desgraça e terá que trabalhar muito para conseguir voltar a ter sete vereador.

Zé Dudu disse...

"Enquanto os cães ladram, a carruagem passa".

Frase muito usada por Jáder Barbalho, presidente do PMDB, que casa bem em alguns comentários.