quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

MÃOS AO ALTO!!!

aguia Xnegra

Quem for ao Estádio Rosenão ver a estréia do Águia no Campeonato Paraense contra o time Negra Carajás, uma filial do Paysandu, no próximo domingo às 16 horas, terá que dispor de R$15,00 pelo ingresso. O valor foi estipulado pela Federação Paraense de Futebol.

Vale lembrar que a Prefeitura de Parauapebas através do prefeito Darci Lermen, não está cobrando valor algum da equipe do Águia. A arrecadação será dividida entre o Águia e a Federação e o custo do ingresso para o torcedor poderia ter seu valor diminuído, já que o objetivo é lotar o estádio em apoio ao Águia.

Lembrando aos amantes de uma loura gelada de plantão que pretendem encher a cara no estádio: a venda de bebida alcoólica nos eventos esportivos é proibida por Lei.

A vistoria final ao Rosenão será realizada nesta quarta-feira às 16 horas pela órgãos competentes. Segundo funcionários da PMP o estádio está pronto e não haverá problemas para a liberação.

Atualização às 17:30 horas

Parece brincadeira mas a vistoria que seria realizada hoje, 16 horas, ficou para amanhã às 8:30 horas. Estive lá e o Rosenão tá um brinco! Bonito, limpo e o gramado muito bom.

5 comentários:

Z disse...

Imagina quanto será o ingresso caso o Aguia vença o América MG pela copa do Brasil e pegue o Fluminense? Uns 100 no minimo.

Anônimo disse...

Pelo menos pagaremos para ver o Fluzão. Não o time B do Papão que já nao papa mais nada.

O Guardião disse...

Pasei hoje pelo o Rosenão, realmente está lindo, só falta estacionamento.
Mas poderia me informar porque que a obra do hospital está parada?
Será que priorizaram o Rosenão ou foi por outro motivo estranho?

Anônimo disse...

pão e circo, esse é o lema.

Anônimo disse...

Eita turma megalô!O Rosenão, melhor estádio do Pará,fora o mangueirão?!!Parauapebas, a cidade que mais cresce no "planeta.."!O Rosenão, para quem não sabe, é menor que o estádio do vila rica de cametá, e tá cheio de broncas no quesito segurança..A capacidade? no máximo,chorando muito, 4.ooo pessoas..Menos gente, menos..