sexta-feira, 19 de setembro de 2008

HERNANDES MARGALHO E A CLÍNICA DE HEMODIÁLISE

Em sessão da Câmara Municipal de Parauapebas de hoje (19) foi discutido o caso da doação da área para uma Clínica de Hemodiálise que em 2007 iria ser instalada em Parauapebas. Agora o prefeito mandou projeto de cancelamento da doação. Fomos fundo na investigação e descobrimos por trás da doação e da clínica, o ex-procurador e atual chefe jurídico da Coligação "Parauapebas no rumo certo", Hernandes Margalho. Coligação esta que tem como candidato o atual prefeito Darci Lermen.


Vamos aos fatos:

Parauapebas tem cerca de 40 pacientes que necessitam submeter-se à hemodiálise semanalmente. Esses pacientes se deslocam até a cidade de Marabá para exercer o seu direito de cidadão contribuinte e fazer uso de seus direitos. Essa longa viagem já é desgastante para um ser humano que tem seus órgãos vitais em pleno funcionamento, imagine essa viagem para um "cidadão" que não tem essa dádiva. Pois é, quando isso acontece, é necessário se submeter à sessão de hemodiálise.

Qual o motivo de até hoje esses pacientes terem que se deslocar até Marabá? Percorrendo uma distância de 160 km para fazer uso dos aparelhos? Não sabem? Pois bem, conforme o relato abaixo todos terão consciência de quem é a culpa de não estar funcionando hoje em Parauapebas, uma Clínica de Hemodiálise.

No início de 2007 o Sr. Lourisvaldo Gonçalves de Souza, proprietário da empresa NEFROLIFE SERVIÇOS MÉDICOS DE NEFROLOGIA LTDA, esteve em Parauapebas e constatou o grande dilema dos pacientes renais do nosso município. Com a intenção lógica de montar aqui uma filial de sua empresa, o Sr. Lourisvaldo Souza, procurou por um espaço comercial para alugar e assim começar a prestar o serviço, atendendo uma demanda de pacientes que a cada dia cresce.

Quando constatou o valor dos imóveis disponíveis para venda e os altos preços dos alugueis, o Sr. Lourisvaldo, desistiu da intenção. Sua alegação era que o investimento para montar uma Clínica de hemodiálise seria em torno de R$2.000.000,00 (dois milhões de reais) e que devido ao preço dos imóveis à venda e o valor cobrado pelo aluguel em Parauapebas, seria inviável a implantação de uma filial em Parauapebas.

Procurado pela classe médica e por donos de Hospitais no município, Sr Lourisvaldo Gonçalves de Souza, foi orientado a procurar a PMP, pois seria interessante uma parceria com sua Clínica, segundo os médicos que militam no município. Procurou uma instituição financeira onde apalavrou crédito para o seu intento.

Conta o Sr. Lourisvaldo Gonçalves de Souza que, ao marcar reunião com o Secretário de Saúde de Parauapebas, Evaldo Benevides, ficou muito satisfeito com o diálogo travado entre eles. Foi orientado a procurar o Senhor Procurador Geral do Município, à época, Hernandes Margalho, para que o mesmo o orientasse na formulação de pedido de isenção de alguns encargos e na elaboração de solicitação de doação de área da PMP para a construção de um Centro de Hemodiálise em Parauapebas.

Segundo o empresário, o Procurador municipal, afirmou que usaria de sua influência para conseguir que o município doasse uma área para a construção da futura clínica. Com isso o investimento do Sr. Lourisvaldo Gonçalves de Souza seria menor.

Nada de mais se o ex-procurador e atual chefe do jurídico da Coligação que apóia o prefeito, não tivesse coagido o Sr. Lourisvaldo Souza a ser um parceiro no investimento. Margalho em alto e bom tom, disse ao empresário que conseguiria a doação da área pelo município, mas, em troca, queria participação na empresa em 50%. Ainda houve uma proposta de Margalho que a contrapartida dele na parte que coubesse na sociedade seria a anuência na doação do terreno.

O empresário relutante no momento da proposta e sentindo que se não topasse perderia um ótimo negócio, aceitou. Margalho de imediato mandou à Câmara Municipal requerimento explicando os motivos e solicitando a doação de parte da área do Hospital Municipal.

Os edis, sem saber da negociata que envolvia o caso e conscientes do problema dos pacientes renais do município, votaram por unanimidade pela aprovação do requerimento, achando terem cumprido os seus papéis de legisladores. Houve até um equívoco na votação da matéria pois no requerimento apresentado à Câmara o pedido feito envolvia toda a área do Hospital Municipal, sendo o mesmo corrigido posteriormente.

Como o Procurador Margalho cumpriu a sua parte no acordo, o Sr. Lourisvaldo Gonçalves de Souza, depois de minucioso levantamento, apresentou o custo de implantação da Clínica. Algo em torno de dois milhões de reais.

Margalho ofereceu-se como parceiro no investimento e coagiu o Sr. Lourisvaldo Gonçalves de Souza a transferir para sua companheira, Srª MARTA HELENA DA SILVA ARAGÃO, 50 % da empresa NEFROLIFE SERVIÇOS MÉDICOS DE NEFROLOGIA LTDA, portadora do CNPJ 07.006.237/0001-29, conforme consta da alteração contratual registrada sob o nº 20000155526 na JUCEPA sob o protocolo 07/034974-6 de 05/07/2007.

O empresário, experiente que é, fez pesquisa e chegou à conclusão que o ora parceiro e sócio não teria condições de bancar licitamente sua participação na empreitada. Chegando a comentar com pessoa de sua confiança que não tinha conhecimento da origem dos recursos do novo sócio.

Por achar que entraria em uma barca furada, o Sr. Lourisvaldo Gonçalves de Souza descartou a sociedade e voltou para sua cidade de origem. Solicitando o cancelamento da alteração contratual acima mencionada meses depois.

Na época o boato correu pela cidade. Todavia o caso foi abafado e poucas pessoas tomaram conhecimento dele.

Na semana passada a PMP enviou requerimento à Câmara Municipal solicitando o cancelamento da doação do terreno. Isso despertou em algumas pessoas a desconfiança, e fizeram voltar o assunto. Fazendo algumas pesquisas com pessoas indiretamente envolvidas, o blogger constatou que nesse caso houve a prática dos crimes de concussão, peculato, prevaricação, tráfego de influência, apropriação indébita, estelionato, quando envolve a companheira para encobrir sua participação, corrupção passiva e ativa, além do crime de advocacia administrativa.

E o gestor público não tomou nenhuma atitude contra as maneiras do procurador geral de Parauapebas.

O requerimento solicitando o cancelamento da doação deverá entrar na pauta das próximas sessões.

Pois bem, eis o motivo de Parauapebas não contar hoje com uma clínica de hemodiálise para atender os pacientes renais de nosso município, o que evitaria viagens desgastantes ao município vizinho de Marabá de pacientes já tão debilitados.

O motivo: Margalho! Mais uma vez a responsabilidade é do ex-procurador do município e responsável pela área jurídica da Coligação Parauapebas no rumo certo, Hernandes Margalho!

Até quando o prefeito Darci Lermen tolerará os desmandos e estragos causados à população por Hernandes Margalho? O que estará por trás de tanta confiança? Tanta submissão?

Só o tempo dirá.

27 comentários:

Anônimo disse...

Zé Dudu,
Tem um amigo nosso do PT que diz que entre tantas diferenças entre LULA e DARCI tem uma que ele considera fundamental, qual seja: enquanto LULA demite os corruptos do seu governo, e são muitos, DARCI leva os corruptos pra dentro de casa. Há de se entender uma coisa dessas!
Margalho é um caso de polícia.
O Ministério Público tem representante em Parauapebas?

Anônimo disse...

Alô, alô OAB.

Dr. JACKSON, as denúncias são graves, trata-se de um advogado, que agiu não apenas na função de agente público, mas na função de ADVOGADO e advogado PÚBLICO, um Procurador Municipal. Seu coleguinha Dr. Jackson tem que ir pro conselho de ética.

Anônimo disse...

Algumas coisas o servidor público tem que ter. Uma delas é a consciência de que com doentes e crianças (merenda escolar) não se deve mexer. Alem do crime em si. É um pecado.

Anônimo disse...

Se a Câmara de Vereadores de Parauapebas cumprir seu papel, o caso é grave, diria gravíssimo. Sabendo das ligações de DARCI com HERNANDES MARGALHO os fatos atingirão o prefeito. Sem delongas, o caso é de IMPEACHMENT. É de cadeia!

Juca disse...

Quer dizer que a obra do Hospital Municipal está sendo realizada em uma área que não pertence mais à Prefeitura? Isso é demais, a obra que o Darci prometeu em 2004 e que não vai ser concluída poderá ser embargada pela empresa que tem como sócia a esposa do procurador geral do município. Coisas da administração petista. Um horror.

Anônimo disse...

È uma vergonha O Prefeito darci usar a imagem e fala do presidente Lula no horario eleitoral, sendo que Lula nem se quer menciona nome de darci muito menos Parauapebas,vejo que ja bateu o desespero nos petistas.Estào APELANDO.

Anônimo disse...

E tem que falar oque de um procurador que pratica os crimes de concussão, peculato, prevaricação, tráfego de influência, apropriação indébita, estelionato,corrupção passiva e ativa, além do crime de advocacia administrativa de uma vez só?

Anônimo disse...

Já enviei e-mail para a OAB-PA para saber das atitudes que serão tomadas para investigar até onde vai a participação do "advogado" HM nesse caso. O certo é que alguma atitude eles tem que tomar, não pode ficar assim, acabar em nada, em pizza, como estamos acostumados a ver nos escândalos envolvendo pessoas públicas. Pelo menos investigar é preciso.

Jânio disse...

O prefeito não pode ser responsabilizado pelas loucuras e a ganância do procurador. Mas no mínimo será afastado das funções até que se apure o fato ocorrido.

Bezzollo disse...

O Lula não quer nem ver o Darci, e a representante da Ana Julia que esteve ontem no comício dele? " Não tem nada perdido" O que ela quis dizer com isso? As pesquisas do PT local não apontam mais de 20 pontos? Ou as pesquisas do governo do Estado apontam outros? Pesquisa boa vai ser divulgada dia 05 por volta das 22 horas. Essa vai mostrar que bandeira nao vota e que o voto é secreto e não cabe coação la na cabine de votação.

Anônimo disse...

Ao anônimo que fala de ética: Hernandes Margalho está acima da ética. Acima do bem e do mal. Para a atual administração é DEUS.

WANTERLOR BANDEIRA DE LUTA disse...

Meu Caro Zedudu;
O projeto revogando a doação da área foi apresentado hoje no Plenario da Camara.
O foi requerido por mim a Mesa Diretora da Camara, que convide o dono da NEFROLIFE, Para sabermos se o mesmo ainda tem reais intenção de instalação da clinica em nosso Municipio.
Bem como é Preciso apurar as denuncias apresentadas. quando o projeto de lei foi votado por nós vereadores, foi no sentido de atender as dezenas de pessoas que precisam desse serviço.
Não tenho nenhuma dificuldade em votar favoravel a instalação de uma CPI, até porquer é um instrumento legitimo de qualquer parlamento.
O que realmente não pode acontecer e sugar o sanque das pessoas portadores de doenças renais, como se fosse vampiros.
Temos o dever de prestar contas a essas pessoas e ao povo de Parauapebas que nos escolheram como seus representantes.
WANTERLOR BANDEIRA DE LUTA

Anônimo disse...

kd a CPI Wanterlor... vossa excelencia tem como dever fiscalizar e investigar as denuncia juntos com os demias parlamentares

Marcos Pacheco disse...

Meu caro Zedudu,

As palavras do Wanterlor nos faz refletir e acreditar que ainda exista politicos serios, embora isso seja como encontra uma agulha num palheiro.

Parabens Wanterlor Bandeira de Luta por sua posição, seria e sempre sensata.

Anônimo disse...

WANTERLOR é o cara!
O PT apóia qualquer CPI, não temos medo. Claro que estou falando do PT do Wanterlor, que é o PT do LULA, não estou falando do PT do DARCI e do EUZÉBIO que é o mesmo do DELÚBIO SOARES.

Anônimo disse...

Vamos requerer uma CPI.

Será que EUZÉBIO tem coragem de assinar uma CPI.
Ou ele irá ajoelhar-se aos seus chefes R.NETO, JOÃO FONTANA, MARGALHO!
Um vereador calado, sem autonomia, só fala se o R.NETO mandar!

Anônimo disse...

Se fosse instaurada uma CPI para investigar esse assunto antes das eleições, talvez todos os vereadores assinariam pois não iriam querer ver seus nomes vinculados com a corrupção e o desprezo pela moral. Todavia seria um ato que teria uma conotação política, não faltariam aqueles que diriam que só fizeram isso agora por causa da campanha.
Após as eleições, a criação de uma CPI tem chance quase zero: teremos orçamento e contas do prefeito para serem aprovadas e a grande maioria não se reelegerá o que facilita uma negociação. Se Darci for reeleito manterá o tratamento dispensado à atual Câmara e tudo ficará bem. Caso ganhe Bel a CPI não nascerá, pois não faz item do estilo da deputada a perseguição. A próxima Câmara poderia tomar alguma atitude? Ela por sim só já é uma grande incógnita. Candidatos como Miquinhas, José Alves, Wolner e Alemão estão atrelados à atual administração até o pescoço; Faisal é aquele porra-louca que ninguém pode tentar adivinhar o que sai de sua boca e muito menos o lado que vai escolher; Ávila, Francis, Caiado, Creuza, Odilon e Willian, candidatos do PMDB serão a minoria e terão que se impor muito para ocupar algum espaço, dependendo dos eleitos não haverá espaço algum. Percília se voltar manterá sua postura de em cima do muro, votando conforme lhe é conveniente. Outros candidatos citados que por ventura se elegerem sentirão a falta de um líder consciente e capaz de direcionar os pensamentos para o bem público e se manterão subservientes aos mais experientes, agindo conforme a conveniência. Então não esperem muita da próxima Câmara também. Por fim tudo caminha para uma grande pizza. Segundo Wanterlor houve a convocação do empresário, como também houve a da Srª. Renilda, e sabe-se lá se irá comparecer. É ver pra crer. Tudo dependerá de uma boa articulação do prefeito. Deverá ceder um pouco, afastando Hernandes Margalho das coisas públicas e da coligação, o mínimo a se fazer, relatará que deverá abrir investigação para apurar o caso, as eleições chegarão e tudo voltará ao normal, seguindo a vida como se nada tivesse acontecido, como se nenhum crime tivesse sido praticado. No futuro outro acontecimento aparecerá e este ficará para trás, como tantos outros. No mais como disse o autor do blog, só o tempo dirá.

Anônimo disse...

CPI nada, os vereadores nao querem problema, ainda mais agora perto de eleiçoes. o juca tem o comando de todos os vereadores, se os vereadores realmente fossem parlamentares, tinhamos uma CPI no quarto mes de mandato do Darci com aquelas notas de remédio superfaturado que andaram nas maos do Ávila. e sumiram. na verdade, todos os vereadores querem mamar, sugiro a CPI do Tio Eduardo, ou vcs nao lembram q na chácara do Devanir, a grana rolava solta?

Anônimo disse...

Esse EDUARDO tá em todas.
Quem é Eduardo, de onde veio?

È o dono da ETEC. Hummm! O homem é perigoso ou se apertar o "bixim" peida?

Será que o MP não tem curiosidade em saber como ela surgiu. Quem são os sócios ocultos?

Tio, tua batata tá assando!

Anônimo disse...

Todos os vereadores,inclusive o wanterloo sabiam,em detalhes, o episódio da clinica de hemodiálise,inclusive com os pormenores do envolvimento do hernandes e cia. NINGUÉM,NENHUM DELES tomou qualquer providência.Nem os da oposição! O motivo: perguntem ao tio, ao juca, ao joão fontana .Eles jogam no mesmo time, sempre jogaram. Eita turminha unida!

Anônimo disse...

Teremos CPI - Corrida Para Investimentos eleitorais.

Anônimo disse...

Gente.. sei não.. o lixão de parauapebas esta perdendo para alguns colegas parlamentar.. vamos dá nomes ao bois.. bota no negocio para Ferver Wanterlor.. MP nos bandidos.

Anônimo disse...

Isso mesmo, CPI da merenda escolar,CPI da hemodiálise. Só os pobres se arrebentam. Os filhos ficam com uma merenda escolar de baixa qualidade, os doentes tem que se submeterem a viagens sofridas pq em Parauapebas seu HERNANDES MARGALHO quer participaçaõ societária pra mulher dele em Clínica.
Agora vamso ter que acreditar que DARCI não participa de nada disso?

Será o benedito?

Anônimo disse...

CPI no prefeito.

Estranho é que diante de tantas denúncias o representante do Ministério Pùblico permaneça quietinho. Daqui a pouco ele vai processar é tu Zé Dudu. Daqui a pouco esse MP omisso vai querer que tu arranjes provas, ao invés dele mesmo, MP, trabalhar e ir averiguar.

Não tem só esses casos não, é bom ver a ETEC, os loteamentos, as licenças ambientais, e o financiamento da camapnha do DARCI.

MP, a dica foi dada, trabalha meu filho, trabalha, só um pouquinho, não precisa cansar!

Anônimo disse...

Vamos esperar o que o vereador WANTERLOR Bandeira de LUTA fará. Esse caso mostra o caos moral que é o desgoverno DARCI.

Um ato ilegal que travestido de portar interesse público denota o desrespeito que DARCI tem com o povo mais humilde de nossa cidade além de envolver a Câmara Municipal nas falcatruas do Procurador Dr. Margalho.

Mas se o vereador WANTERLOR quiser dar consequências sérias aos infratores da Lei, doa a quem doer, tá fácil, basta representar ao MP sobre os fatos.

O que não me ficou claro é se o ato de doação foi precedido de licitação pública.

Se não foi temos um crime gravíssimo e se o foi temos outro crime gravíssimo. Se correr o bicho pega e se ficar o bicho come.

Anônimo disse...

Olhe, Zé Dudu!

Com essas informações suas e se tiver essa documentação em mãos já tens tudo pra instruir uma AÇÃO POPULAR.

Creio que o DARCI mesmo que ganhe terá muitas dificuldades de assumir um novo mandato. Se for comprovado o que consta no post a IMPROBIDADE está mais que configurada.

Anônimo disse...

quem conhece margalho de outros carnavais, sabe o bichinho é cruel