sexta-feira, 5 de setembro de 2008

CURIONÓPOLIS

O município de Curionópolis, vai passar hoje, dia 5, por uma eleição indireta para a escolha de seu novo Prefeito. A data da eleição foi definida no último dia 31 de julho, em sessão do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA).
A posse do eleito está marcada para o dia 9 de setembro e, até lá, a Prefeitura Municipal continua sendo exercida pelo presidente da Câmara.
Por ser indireta, a eleição será realizada apenas entre os vereadores do município, mantendo o candidato eleito em setembro até o dia 31 de dezembro deste ano, quando então tomará posse o candidato eleito nas eleições de outubro, para a administração dos próximos quatro anos.

Atualização em 05/9 , 14 horas

Foi eleito e tomou posse o Sr. Cassiano Bezerra Viana do PSB .Eleito por unanimidade pelos colegas, Viana já havia assumido a prefeitura interinamente desde julho, data em que o Tribunal Superior Eleitoral determinou a cassação definitiva do ex-prefeito Sebastião Curió. Acusado de compra de votos nas eleições de 2004, Curió se mantinha no cargo por força de liminares.
Candidato à reeleição neste ano, Viana teve de renunciar à disputa para se tornar prefeito interino. Ele, no entanto, diz não se arrepender. “Registrei a candidatura e depois desisti porque fui empossado pela Justiça e achei que seria melhor para o município do que concorrer a vereador.
“Moro em Curionópolis há 22 anos e todo mundo gosta de mim. Se era de a administração cair em mãos erradas, que ficasse nas minhas mãos”, afirma o ex-vereador, natural do Maranhão, que antes de se eleger para o primeiro cargo público foi carroceiro, garimpeiro, motorista e pecuarista, profissão que ainda exerce.
Cassiano Viana não esconde, no entanto, suas pretensões eleitorais para um próximo pleito. “Serei candidato a deputado estadual com o apoio de meus colegas parlamentares. Você ainda vai ouvir falar de mim.”
Em “pouco mais de 40 dias” no cargo, ele diz ter sido possível “fazer uma boa administração” e cita obras como estradas vicinais, um centro comunitário com dez computadores internet, além da Casa do Professor de Serra Pelada e a reforma no estádio Curiozão, que pretende entregar até o final do mandato-tampão, em dezembro.
Inelegível, o ex-prefeito que dá nome à cidade não concorre nestas eleições. Três candidatos disputam a Prefeitura de Curionópolis em outubro: Alexei Fernandes (PDT), Dr. Luiz Rezende (PT) e o vereador Wenderson Chamon, o Chamozinho (PMDB), este filho de João Chamon Neto, o candidato derrotado que pediu a cassação de Curió em 2004.

3 comentários:

Anônimo disse...

g9lo

O resultado das eleições indiretas em Curionópolis foi uma surpresa: deu Cassiano por unanimidade. rss

o cara é apelidado por lá, de: "Cassiano mão na massa", ele já deu uma ajeitada na rua q em mora e até já colocou boeiro na tal rua.
isso é q é mão na "massa".

Marcio disse...

é né, ele está determinado. Parabens.

Anônimo disse...

Isso é a lógica. Melhor ele começar pela rua dele mesmo. É melhor do que não fazer nada. E se a rua dele ficar em curionópolis, ele está de parabéns, porque tem prefeito que governava uma cidade e morava em outra. Deixa de papo furado. Pelo menos lá no "Cu-rionópolis": DEIXA O HOMEM TRABALHAR!!