sábado, 20 de setembro de 2008

COMENTÁRIO SOBRE O ACIDENTE EM CARAJÁS

Comentário anônimo sobre o acidente na Estrada Raimundo Mascarenhas:

Desde que eu moro em Carajás, 1988.. ja aconteceram 8 acidentes com esse tipo de carga e caminhão no KM 09. No KM 9, já morreram muitos colegas... famosa curva da morte. A segurança da Vale esta proibindo os jornalista de tirarem fotos.. na realidade em todos os acidentes a Segunça Patrimonial da Vale tentar abafar os acidentes ocorridos em Carajás.

10 comentários:

WANTERLOR BANDEIRA DE LUTA disse...

Meu Caro Zédudu;
Na semana passada, três vezes fui impedido de subir a Carajás pela segurança da Vale. Como tinha atividades em razão da campanha eleitoral passei na portaria de qualquer jeito, mas sem antes ouvir diversos improperios por parte da supervisora de plantão.
No outro dia entrei com uma ação na Justiça Eleitoral, (exatamente um Salvo Conduto) por entender que a Segurança da Vale não tem autoridade ou competencia para barrar qualquer cidadão de visitar um patrimonio que lhe pertence; coisa que poderia ser feito por agentes do Ibama, Policia Federal ou Exercito e na pior das hipoteses por agentes do Municipio em convenio publico firmado junto ao Ministerio do Meio Ambiente.
Segundo informações a Doutora Eline Salgado, pediu Informações a empresa sobre o ocorrido. Depois do processo as portas da portaria se abriram como passe de magica tanto para mim quanto para todos os candidatos.
Em breve a Exma. Doutora estará julgando o merito da Ação.
WANTERLOR BANDEIRA DE LUTA
VEREADOR

Anônimo disse...

Meu caro Wanterlô, na certa vc queria entrar sem autorização e não como um cidadão comum, que vai até o guichê do IBAMA ou da Vale e pega uma AT.

Acho engraçado que na hora de um acontecido deste vcs chegam até a justiça e procuram seus direitos, mas, na hora de um acidente nas estradas "da Vale", aí ela já é da Vale, vcs entram com uma ação contra a empresa por entenderem que o "patrimônio nao pertence mais a vcs", como vc citou acima cheio de orgulho "um patrimonio que lhes pertece".

Vc acha que a Vale está fazendo o que? Cumprindo uma lei dada pelos orgãos que vc acabou de citar - Ibama, Policia Federal ou Exercito.

Graças a Deus, A Floresta Nacional de Carajás está protegida pela Vale e pelo Ibama, assim temos o futuro da nossa floresta protegido da ganância dos madeireiros, fazendeiros e até de pessoas como vc que deveria se preocupar em defender que a portaria continuasse e assim o futuro dos seus filhos e netos talvez tenha um ar melhor para respirar.

O que vc quer é entrar sem dar satisfação, mais alto lá meu caro, vc não está na sua casa. Obrigado pelo espaço blogueiro Dudu.

Anônimo disse...

E desde que moro em Carajás, acho justo que a Vale impeça os "jornalistas sem formação" de entrar para tirar fotos de acidentes, sabe porquê? Porque os jornais de Parauapebas não respeitam os familiares do acidentado/morto e fazem sensacionalismo e espetacularização com o acontecido para poderem vender jornais. Que a empresa continue agindo dessa forma, pois ela sim, respeita a nossa dor.

Anônimo disse...

Boa noite. Engraçado o anônimo falar isso, de a Vale não deixar entrar os jornalistas. Vi a notícia do acidente no Jornal Liberal de Belém.

Zé Dudu disse...

A Vale comunicou através de nota o acidente ao Jornal O Liberal. Não sei se só a ele. Obtive a notícia do portal do O Liberal. Não acredito também que uma empresa internacionalizada como a Vale impeça a imprensa de divulgar os fatos como eles se apresentam, não há motivo para maquiá-los, acidentes acontecem e levando-se em conta o alto movimento da Rodovia Raimundo Mascarenhas penso que devemos estar muito gratos a Deus por não ocorrerem habitualmente.

Zé Dudu disse...

Penso que o vereador Wanterlor está querendo com o assunto "portaria" criar um fato político que o favoreça. Todos sabedos que ele como parlamentar que é, eleito pelo povo, tem o direito de ascesso à Carajás mostrando simplesmente sua carteira de Vereador de Parauapebas. Se nem isso pôde fazer, me desculpe ao edil, faltou humildade e coerência. Tipo: "faça o que eu digo, não faça o que eu faço". Ou todos os funcionários da Vale são obrigados a conhecer o Vereador para que ele ao chegar à portaria não precise parar para dar as satisfações que a empresa normatizou?

Anônimo disse...

Ola dudu. Não foi só a imprensa da cidade que ficou imepedida de subir para tirar fotos, filmar e relatar os fatos. Os comunicadores, fotográfos e jornalistas, incluindo aí os moradores, que estavam na vila não puderam descer, pois a rodovia estava interditada. Nem mesmo os empregados do turno puderam subir. É lamentável que as pessoas ainda não tenham a consciência de que a estrada não tem acostamento, é estreita e perigosa e, em consequência disso, fica inviável num momento desses deixar o trafego liberado. Acredito que uma notícia pode ser dada sem fotos. Assim como acredito que a empresa não impede ninguém de subir até a vila. Temos que parar com essa história de que a Vale "impede". O Ibama tb está na portaria. Paremos de nos sentir os "coitadinhos" que são barrados na corrente da Vale. Isso é coisa do passado. A empresa trabalha para ter uma convivência sociável com a comunidade e chega alguém, cheio de revoltas, e tenta por minhocas na cabeça das pessoas. Mas isso, garanto, ela não vai conseguir. Sabe pq? Pq na cidade há pessoas inteligentes e sociáveis.

Anônimo disse...

wanterlor é um mala. fica querendo IBOPE. cade a representaçao judicial contra a cooperativa de vans que estavam na carreata da Bel?
ele disse aqui no blog q iria entrar com um processo no MP contra a cooperativa. vá cuidar da sua campanha wanterlor. tem gente dentro do pt que está querendo comer seu bandeco.

Anônimo disse...

O nobre Wanterlor sabe do que está falando. Foi residente e operário em Carajás por muitos anos, hoje é político extremamente conhecido em nosso meio social, mas deve considerar que apesar disso, é um cidadão que, assim como os demais, está sujeito às normas e, o ato de identificar-se na portaria é uma delas, seja com autorização da Polícia, Ibima, Câmara, etc. O que a Vale jamais poderia fazer era impedi-lo de entrar caso este estivesse devidamente identificado. O sistema de autorização na portaria da VALE já foi mais rígido (só prá parentes ou amigos de residentes), hoje está mais fácil, com o acesso a todos através da autorização Ibama, uma conquista do Governo Municipal que, com certeza, tem a participação do Edil.

Anônimo disse...

... Hoje a seguranca diz ser PATRIMONIAL. quer ser autoridade, que ter poder de policia sobre alguns cidadãos.. são despreparados ...